_____________________
_____________________
_____________________
_____________________
_____________________
_____________________

quinta-feira, 12 de junho de 2014

SOPA DE MANDIOQUINHA COM CARNE SECA




Mandioquinha, batata salsa ou batata baroa,
varia de uma região para outra.


Essa raiz tuberosa é originária dos países andinos, mais especificamente da região que compreende o Equador e o Peru onde é bastante popular. E, segundo a Embrapa Hortaliças, responsável pelas poucas pesquisas nacionais em torno da mandioquinha, não se sabe muito bem quando essa raiz chegou a terras brasileiras.
Além da niacina, a mandioquinha, segundo os pesquisadores da Embrapa Hortaliça, contém níveis razoáveis de vitamina A e também é uma fonte importante de energia devido ao seu teor de carboidrato (quase 19 g em 100 g de mandioquinha cozida). Além disso, graças a fácil digestibilidade de seu amido, essa raiz é bastante recomendada para crianças, idosos e pessoas em recuperação de alguma doença ou cirurgia.
Apesar de não ser tão consumida quanto a sua prima mandioca, a mandioquinha é um dos poucos alimentos, entre verduras e legumes, que contém a niacina - também conhecida como vitamina B3, vitamina PP ou ácido nicotínico.



INGREDIENTES
500 g de carne seca
500 g de mandioquinha
1/2 cebola
4 dentes de alho
1 alho poró
3/4 de xic de arroz
sal, pimenta e azeite a gosto

MODO DE PREPARO
Dessalgue a carne seca e cozinhe na panela de pressão com o alho, a cebola e a parte verde do alho poró, até a carne ficar bem macia. Desfie a carne, tirando todas as pelancas, gorduras e nervos. Junte a mandioquinha picada e o arroz e cozinhe na pressão por uns 10 min. Desligue o fogo e deixe a panela tampada por 20 min. Abra a panela, junte a parte branca do algo poró fatiada, misture, prove o sal, polvilhe com pimenta do reino, regue com azeite e sirva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADA POR COMENTAR !!!

.

.